quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

MINIMALISMO



Diz-se que o estilo minimalista terá surgido no período difícil pós-Segunda Guerra Mundial, altura em que muitas pessoas perderam tudo ou quase tudo e tiveram de aprender a viver com menos



MENOS É MAIS!
Principais características do Minimalismo:

- Elaboração de obras (pinturas, esculturas, músicas, peças de teatro) com a utilização do mínimo de recursos;
- Utilização de poucas cores nas pinturas;
- Nas artes plásticas, destaque para o uso de formas geométricas com repetições simétricas;
- Criação de músicas com poucas notas musicais, valorizando a repetição sonora

Redução de determinado conceito a seus elementos fundamentais.  O BÁSICO.

A necessidade de reduzir linhas e manter a mesma imagem é também um ato simples de minimalismo:

Estes são dois de muitos logos já criados para o Minimalismo:

Este abaixo não deixa de ser um logo minimalista, entretanto sua composição pode lembrar coisas desagradáveis denegrindo a imagem do portador, assim como visto no último artigo. Uma pequena modificação, apenas como exemplo, poderia resolver o problema:

Produto que segue a linha minimalista, dispensando maiores comentários:

O Minimalismo, assim como a própria palavra diz, deve manter o trabalho "clean", livre de qualquer desvio de atenção por meio de excesso de estética. Lembrem-se que os artigos estão sempre interligados.
Grande abraço a todos
CONTRIBUIÇÃO: Wellington Carrion IMASTERS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário